BRUMADINHO: risco de novo rompimento assusta moradores

Publicado em: 27/1/2019

Sirenes acionadas na manhã deste domingo, em Brumadinho (MG) assustaram os moradores. De acordo com a Vale há risco de rompimento da barragem 6, que faz parte do complexo de Brumadinho.

O local está sendo monitorado pela mineradora e pela Defesa Civil e, devido ao aumento dos níveis de água, medido por instrumentos, moradores da região tiveram que deixar a área preventivamente. O alerta foi divulgado pela Vale. O risco levou à suspensão temporária das buscas por sobreviventes. Até o momento, foram registradas 37 mortes e 250 desaparecidos.

Apesar da existência de um Plano de Emergência, muitas famílias reclamam a falta de informações e de apoio da Vale que informou em nota: “Durante o presente cenário de atuação emergencial, onde os recursos humanos estão inicialmente focados no apoio às famílias dos desaparecidos e na organização das frentes necessárias ao melhor atendimento das autoridades públicas”.

A Defesa Civil nacional disse que no momento não há a necessidade de campanhas de doações e que a concentração de voluntários no local pode atrapalhar os trabalhos que estão sendo realizados pelas autoridades e órgãos competentes.

Riscos de contaminação da água
Moradores de cidades ribeirinhas temem a contaminação dos mananciais. Informações preliminares das autoridades dizem que entre os rejeitos há apenas metais como minério de ferro e alumínio, e que não há riscos para a população. O Ministério do Meio Ambiente informou que as equipes estão em campo fazendo o levantamento do impacto ambiental.

Bahia
Sobre os riscos de contaminação da água dos rios nas cidades ribeirinhas baianas, banhadas pelo rio São Francisco, a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) informou que o órgão responsável por essas demandas é o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), que até o momento não se manifestou sobre o assunto.

 

Foto: Presidência da República

  • Compartilhe: