BARREIRAS: Comitê discute fiscalização e uso de máscara

Publicado em: 05/5/2020

A partir do dia 05 de maio, terça-feira, o uso da máscara de proteção passa a ser obrigatório nas cidades baianas que decretaram estado de calamidade pública e com casos de Covid-19 confirmados. A medida disposta na Lei Nº 14.261 de 29/04/2020, sancionada pelo Governo Estadual, passa a vigorar também em Barreiras, e para tornar essa decisão ainda mais eficaz o Comitê de Operações de Emergência em Saúde Pública (COE), se reuniu na noite deste domingo, 03, na sede da Prefeitura. O objetivo foi avaliar e propor mais ações de mobilização da comunidade em favor do uso das máscaras.

A reunião contou com a participação da médica infectologista da rede municipal de saúde, Isabele Lucena, o procurador geral do município, Túlio Viana, a secretária de educação, Cátia Alencar, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Barreiras, Doraci Oliveira, o coordenador da Vigilância Sanitária, Canuto Ayres, o diretor de comunicação Edivaldo Costa, a secretária de administração Gislaine Barbosa e o secretário de saúde Anderson Vian.

Neste momento, em que Barreiras tem o segundo caso confirmado de Covid-19, a proposta é ampliar as fiscalizações dos estabelecimentos e orientar a população de que o uso da máscara agora é lei e deve ser respeitado por todos. Segundo a infectologista Isabele Lucena, a máscara é uma das barreiras de proteção contra o coronavírus, mas precisa ser complementada.  “A máscara é muito importante, mas não podemos esquecer da higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel, do distanciamento social e, se possível, que a população fique em casa. Tivemos um caso em abril e outro agora em maio, isso mostra que essas recomendações junto ao trabalho que vem sendo feito são necessárias para que continuemos com poucos casos”, destacou.

Além das atividades fiscalizatórias que já estão acontecendo, a partir de agora as equipes também atuarão na orientação aos consumidores. Na manhã desta segunda-feira, o secretário de saúde, Anderson Vian e membros do comitê estiveram reunidos com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Barreiras para ampliar o debate com os comerciantes e informar as diretrizes previstas com base na lei estadual e nos decretos municipais.

“Além do comércio, bancos e empresas de transporte coletivo devem se atentar à obrigatoriedade. Estaremos em contato com todos para esclarecer as dúvidas, apoiar e tomar as medidas que sejam necessárias para que a lei seja cumprida e o uso da máscara fortalecido entre a população. Seguiremos com todas as ações preventivas de enfrentamento ao coronavírus a exemplo da manutenção das barreiras sanitárias, fiscalização dos estabelecimentos comerciais, rastreio e monitoramento dos casos suspeitos, realização das testagens quando recomendada clinicamente, higienização das áreas públicas e capacitação para profissionais de saúde”, enfatizou o secretário.

Fonte: PMB


  • Compartilhe: