Cooperação Técnica entre ADAB e SENAR beneficiará agricultura

Publicado em: 15/3/2020

A Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) se associou ao Serviço Nacional de Aprendizagem Rural-Administração Regional da Bahia (SENAR-AR/BA) através do “Termo de Cooperação” que garante benefícios para a agricultura através de ações na defesa agropecuária nas áreas vegetal e animal. A assinatura aconteceu nessa sexta-feira (13) na sede do SENAR, com representantes dos dois órgãos.

O SENAR possui 400 técnicos espalhados por todo o Estado desenvolvendo trabalhos de educação e assistência técnica no campo. Estas ações agora contarão com o apoio da ADAB que desenvolverá treinamentos e palestras educativas. “A defesa agropecuária só se efetiva quando as três esferas do poder atuam em conjunto e em parceria com os produtores e este convênio com o SENAR é mais uma prova dessa atuação conjunta que a ADAB estabelece aqui na Bahia e vem se somar aos esforços que nós já empreendemos com outros setores da produção do Estado” enfatizou Mauricio Bacelar, diretor-geral da ADAB.

A primeira ação dessa parceria será a promoção do curso para formação de novos agentes vacinadores da Brucelose que alcançará os pequenos produtores rurais. “O aumento do numero de agentes vacinadores é importante para ampliar a cobertura de vacinação contra a Brucelose e assim conseguir cumprir a meta de 80% de bezerras vacinadas no Estado este ano”, ressaltou Luciana Ávila, coordenadora do Programa de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose da ADAB.

Foi acordado mais um trabalho em conjunto. O SENAR vai apoiar a ADAB na identificação de focos da Cochonilha do Carmim nas plantações de palma forrageiras. Como isso a ADAB vai ganhar capilaridade no combate a está praga que é uma das prioridades na Defesa Vegetal por conta da importância da palma para os bovinos no semi-árido. “A palma não deve ser tratada como reserva. Ela deve ser tratada como alimento de bovinos o ano todo” disse Humberto Miranda, presidente do SENAR-AR/BA.

A reunião contou também com a participação do diretor de Defesa Animal da ADAB, Carlos Augusto Espínola, Carlos Rio gerente de Programas do SENAR/Bahia e Carlos Bahia assessor jurídico da FAEB.

Fonte: ADAB


  • Compartilhe: