ILHÉUS: prefeitura desmente prejuízos com o IPTU

Publicado em: 03/3/2019

A informação de que o Município de Ilhéus teria perdido dados tributários que causaram prejuízos na arrecadação e aos cofres públicos foi desmentida pelo Setor de Tributos da prefeitura. Veja a nota:

Sobre as declarações prestadas pelo advogado Arnon Marques Filho durante entrevista na manhã desta sexta-feira (1), no programa “O Tabuleiro” da Ilhéus FM, sobre os prejuízos que o município de Ilhéus teve após a exoneração dos servidores, o Setor de Tributos da Prefeitura de Ilhéus esclarece que os fatos narrados não são verdadeiros, como menciona o advogado.

De acordo com o gerente municipal de Administração Tributária, Adriano Sales, os problemas que ocorreram foram pontuais devido a migração para o novo sistema implantado no início de janeiro deste ano. “A adaptação da nova plataforma gerou algumas dificuldades, porém, durante o período foram solucionadas, sem perdas monetárias”, salientou.

O gerente desmente ainda a informação de que o setor solicitou o comparecimento de algum servidor exonerado com expertise no processamento de arrecadação, para ajudar a desenvolver qualquer tipo de trabalho referente aos serviços. “Desde o primeiro momento em que os funcionários foram afastados, estes, não mais retornaram para os antigos postos”.

O novo sistema de arrecadação fiscal eletrônica municipal está disponível para os contribuintes, com emissão de todos os serviços fiscais pela internet, garantindo agilidade e mais qualidade para os serviços prestados ao contribuinte. 

Sobre as declarações prestadas pelo advogado Arnon Marques Filho durante entrevista na manhã desta sexta-feira (1), no programa “O Tabuleiro” da Ilhéus FM, sobre os prejuízos que o município de Ilhéus teve após a exoneração dos servidores, o Setor de Tributos da Prefeitura de Ilhéus esclarece que os fatos narrados não são verdadeiros, como menciona o advogado.

De acordo com o gerente municipal de Administração Tributária, Adriano Sales, os problemas que ocorreram foram pontuais devido a migração para o novo sistema implantado no início de janeiro deste ano. “A adaptação da nova plataforma gerou algumas dificuldades, porém, durante o período foram solucionadas, sem perdas monetárias”, salientou.

O gerente desmente ainda a informação de que o setor solicitou o comparecimento de algum servidor exonerado com expertise no processamento de arrecadação, para ajudar a desenvolver qualquer tipo de trabalho referente aos serviços. “Desde o primeiro momento em que os funcionários foram afastados, estes, não mais retornaram para os antigos postos”.

O novo sistema de arrecadação fiscal eletrônica municipal está disponível para os contribuintes, com emissão de todos os serviços fiscais pela internet, garantindo agilidade e mais qualidade para os serviços prestados ao contribuinte.

Com informações da Secom do Município


  • Compartilhe: