MORPARÁ: água nas comunidades poderá ser taxada

Publicado em: 04/2/2019

Na última semana, o prefeito de Morpará, Lelei Barreto, esteve visitando o sistema de abastecimento de água da comunidade de Mata do Bom Jesus, no município de Brotas de Macaúbas.

O gestor e sua comitiva conheceram o funcionamento e avaliaram os resultados do sistema administrado pela associação comunitária local. Segundo informações da associação, o sistema foi implantado a pedido dos próprios moradores, a fim de evitar desperdícios e garantir o abastecimento.

Foram instalados hidrômetros e definida uma taxa mensal de R$ 12 pelo consumo de até 10m³ (10 mil litros), e mais R$ 3,60 por cada mil litros excedentes. De acordo com a associação, após a implantação do sistema de tarifação, houve uma redução de 40% no consumo, o que evita o desperdício e consequentemente a falta de água.

Em Morpará a prefeitura também pretende transferir a gestão dos sistemas comunitários de água para as associações. “Em alguns lugares existe o uso abusivo, com torneiras ligadas diretamente nos cochos ou em plantações, enquanto isso, famílias ficam desprovidas […] Ouvi o depoimento de alguns moradores da Mata e saí de lá convencido que a melhor solução é a implantação de hidrômetros”, pontuou o prefeito lembrando que além dos efeitos da seca, a vazão dos poços tubulares tem diminuído, o que dificulta o abastecimento.

A iniciativa bem sucedida da associação de Mata valeu o convite para apresentar a experiência no 2º Encontro Nacional da Gestão Comunitária de Águas, em 2018.


  • Compartilhe: