SALVADOR: vereadora Marcelle Moraes pede a retomada de projetos para o meio ambiente

Publicado em: 10/6/2020

No mês que se celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Câmara Municipal de Salvador tem papel fundamental para o avanço da capital nas questões de política pública ambiental. Com uma vasta fauna, a casa legislativa possui projetos importantes para a conservação ecológica do município.

A vereadora Marcelle Moraes faz coro para retomar assuntos voltados para o meio ambiente, além da aprovação dos textos, tão importantes quanto a pandemia do coronavírus. “A poluição mata a fauna e seres humanos há séculos. O que precisamos é de medidas educativas que despertem a consciência ecológica, além de implantarmos uma nova cultura e um novo comportamento sustentável em cuidar da nossa cidade, ou seja, do mundo em que vivemos para evoluir a qualidade de vida”.

Canudos Plásticos – O projeto de lei (89/2019), autoria da vereadora Marcelle Moraes visa proibir a fabricação, venda e a comercialização de canudos plásticos descartáveis em estabelecimentos comerciais, bem como a utilização dos materiais em bares, restaurantes, ambulantes, hotéis e outros locais similares em Salvador.

Salvador poderá o segundo município da Bahia a aderir a prática ecológica, obrigando estabelecimentos à fornecerem os canudos biodegradáveis.

Caso seja aprovado pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito ACM Neto, os estabelecimentos da capital terão seis meses para erradicar o uso do material descartável na cidade. A matéria prevê ainda que o descumprimento lei, caso aprovada, resultará no pagamento de multa no valor de R$ 5 mil para o infrator. Na reincidência, será cobrada multa de R$ 10 mil.

Importância de aprovação do projeto e retomar os assuntos do meio ambientes.

Fonte: Golden Assessoria


  • Compartilhe: