SÃO DESIDÉRIO: Saúde Mental e qualidade de vida

Publicado em: 05/2/2019

Com o aumento no número de casos de depressão e ansiedade, ou sintomas similares, cuidar da saúde mental e emocional é fundamental para a qualidade de vida do indivíduo. O assunto foi tema de palestra na cidade de São Desidério.

“Costumamos cuidar rapidamente da saúde do corpo quando surge um problema, mas é preciso cuidar também da saúde mental e não deixar para depois como costumamos fazer”, alertou o psiquiatra Enock Luz, durante palestra realizada recentemente no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). O evento, promovido pela Secretaria de Assistência Social de São Desidério (SAS), faz alusão à Campanha Janeiro Branco.

A perda de um ente querido, doenças biológicas e problemas do cotidiano são fatores que podem abalar a saúde mental. “Não tenha medo, todos têm problemas e dificuldades, não devemos acumular os sofrimentos, precisamos aprender a dialogar com as pessoas certas, buscar informação e ajuda profissional”, acrescentou o psiquiatra.

A psicóloga Fredinara Corado lembra que “a saúde mental é um tema ainda pouco discutido pela sociedade, existem muitos tabus e preconceitos que precisam ser compreendidos e desmistificados, por isso levar informação é a melhor forma de entender o conceito de saúde mental”.

“Com todas as orientações que recebemos fica mais fácil de identificar os sinais e fazer uma autoanálise como foi dito”, comenta Vilma Silva,37, usuária do CRAS.

Com informações da Ascom SD

  • Compartilhe: