Urnas eletrônicas são submetidas à manutenção preventiva

Publicado em: 13/7/2020

Atualmente, o Eleitoral Baiano conta com mais de 31 milhões de urnas; entre julho e agosto está previsto o recebimento de mais de 4.500 urnas de outros estados
Para garantir o perfeito funcionamento durante as negociações, como as urnas eletrônicas do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) passam diariamente, por manutenção preventiva e corretiva. Apesar da adoção do expediente emergencial e das restrições de contato físico, por motivo de pandemia de coronavírus, como atividades presenciais de manutenção das urnas mantidas, sem deixar de seguir os protocolos de segurança.

Conforme explica a secretária de Tecnologia da Informação (STI), Luciana Fonseca, todas as medidas de segurança foram tomadas para a equipe que está trabalhando no Centro de Suporte Técnico (CAT), em Porto Seco Pirajá. O grupo foi orientado sobre o distanciamento necessário, o uso de equipamentos de proteção individual, como máscaras e a higienização frequente das mãos. “Não paramos, mantemos esse trabalho muito importante, estamos cuidando da ventilação natural. Temos aqui um laboratório da Diebold, que faz o reparo das urnas de todo o estado. A TI está preparada para fazer as negociações na data prevista ”, afirmou.

O procedimento de conservação das urnas consiste em verificar as condições de funcionamento, executar reparos e, se necessário, relatar peças. De acordo com o chefe da Seção de Urna Eletrônica (SEUEL), Carlos Eduardo Brandão, o trabalho é contínuo e os testes são realizados periodicamente. “Estamos realizando, por dia, uma manutenção de 400 urnas em Salvador. Nos depósitos do interior produzidos, em média, 30 urnas por dia. Não paramos como manutenções, mesmo com pandemia ”.

Na capital, a manutenção das urnas está sendo realizada no CAT. No interior do estado, os depósitos estão distribuídos pelos municípios de Cruz das Almas, Alagoinhas, Jacobina, Camaçari, Feira de Santana, Ribeira do Pombal, Ipirá, Irecê, Seabra, Barreiras, Brumado, Guanambi, Eunápolis, Ilhéus, Jequié, Vitória da Conquista e Juazeiro. Segundo Brandão, a partir de setembro, o TRE-BA contará com mais cinco depósitos temporários em Bom Jesus da Lapa, Conceição do Coité, Paulo Afonso, Itapetinga e Teixeira de Freitas.

Atualmente, o TRE-BA possui um total de 31.209 urnas, mas entre julho e agosto, está previsto o recebimento de mais de 4.500 urnas dos estados do Amapá, Pará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Minas Gerais e Distrito Federal. “Quando essas urnas chegarem mais tarde a fazer os mesmos testes que fazem hoje”, ressalta Brandão.  

Fonte: TRE-BA


  • Compartilhe: