BARREIRAS: ações do Agosto Lilás estão sendo realizadas

Publicado em: 12/8/2020

Durante o mês de agosto acontece, em todo o Brasil, o Agosto Lilás. A campanha busca alertar a população sobre a importância da prevenção e do enfrentamento à violência contra a mulher, incentivando as denúncias de agressão, que podem ser físicas, psicológicas, sexuais, morais e até patrimoniais. Em Barreiras, a Prefeitura por meio da Secretaria de Assistência Social e Centro de Referência de Atendimento à Mulher- CRAM, devido à pandemia do Coronavírus está desenvolvendo uma programação online e visita direcionada às instituições que atendem mulheres.

Este ano em especial, o Agosto Lilás comemora também os 14 anos de sanção da Lei Maria da Penha, reforçando a ampla divulgação dos direitos femininos e as formas de denúncia mesmo durante a quarentena. A coordenadora do CRAM, Fabíola Bomfim explica que o atendimento e monitoramento as assistidas acontecem por telefone, whatsapp e redes sociais. “Infelizmente o Brasil ocupa o quinto lugar no mundo, no ranking de violência doméstica, então o debate deve permanecer sempre em pauta, reforçando ações o tempo todo, mas durante o Agosto Lilás reforçamos o debate, com foco na conscientização e divulgação dos serviços disponíveis para denúncias e atendimento em Barreiras”, relatou Fabíola.

Os atendimentos entre fevereiro e julho deste ano foram afetados pelo distanciamento social, havendo aumento nas procuras por telefone, tanto pelo  180, quanto pelo telefone da unidade. “Estamos conseguindo atender as mulheres assistidas de forma remota, e houve um aumento nas denúncias anônimas por telefone”, pontuou Fabíola.

A secretária de assistência social, Adriana de Souza chamou atenção para as palestras, rodas de conversa e capacitação que estão sendo realizadas no modo online, além de atendimentos. “O Agosto Lilás nos trouxe a oportunidade de interagir com todas as instituições da rede de proteção feminina nas redes sociais, compartilhando lives, capacitação e palestras. A violência contra a mulher é uma fragilidade social que merece ser discutida em todos os lugares, felizmente em Barreiras temos conseguido sensibilizar, envolver e mobilizar o engajamento pelo fim da violência contra a mulher, então seguimos com uma programação online e educativa”, ressaltou a secretária.

Canais de denúncia em Barreiras

A denúncia de violência contra a mulher pode ser feita em delegacias e órgãos especializados, onde a vítima procura amparo e proteção.

O Ligue 180, central de atendimento à mulher, funciona 24 horas por dia, é gratuito e confidencial

Ligue 190, em situação de flagrante e denúncias de violência a mulher

CRAM – 3611-0264 atendimento horário comercial e 77 99956-8240 em qualquer horário

Ronda Maria da Penha – 3611-3646

DEAM- Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher – 3611-9860

Defensoria Pública – 0800-071-3121 e 129

Fonte: PMB


  • Compartilhe: