Filhos de ambulantes têm atendimento clínico e odontológico no carnaval de Salvador; Unicef visita espaço

Publicado em: 14/2/2024

A assistência em saúde no período do carnaval em Salvador não se limita somente aos circuitos da folia. Como uma ação conjunta de órgãos municipais, as Casas de Acolhimento, Aprendizagem e Convivência (CAACs) atendem os filhos de trabalhadores informais, tanto em casos clínicos quanto odontológicos, através do programa Salvador Acolhe.

Nesta segunda-feira (12), a vice-prefeita e titular de Saúde municipal, recebeu no espaço o representante da UNICEF no Brasil, Youssouf Ould Abdel-Jelil e Helena Oliveira, representante em Salvador. Também estiveram presentes, a secretária da Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude, Fernanda Lordelo e a subsecretária das Prefeituras-Bairro, Claudia Cavalcante. O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), referência em atuação no cuidado e proteção das crianças, enviou representantes à capital baiana visando conhecer e entender o programa de apoio e acolhimento aos filhos dos ambulantes, para firmar futuras parcerias e implementar projetos em conjunto.

Ainda nesta segunda-feira, a equipe de saúde pode dar conforto para uma criança que já chegou em uma das unidades relatando dores na região da cabeça. Com a avaliação médica e administração de medicamentos, foi possível realizar uma lavagem e fazer a retirada de um caroço de melancia de seu ouvido.

Esse é apenas um dos mais 200 atendimentos clínicos feitos por médicos, enfermeiros e técnicos alocados nas cinco estruturas provisórias montadas em escolas municipais -nos bairros Chame-Chame, Garcia, Rio Vermelho, Saúde e Ondina -, desde o início dos festejos carnavalescos.

A vice-prefeita e secretária de saúde, Ana Paula Matos ressalta o trabalho social que deve ser sempre vinculado à saúde. “Esses não são somente locais para que as crianças fiquem enquanto seus pais garantem o sustento. Montamos uma rede de apoio que acolhe, estimula a aprendizagem e a saúde física e mental através do atendimento especializado para eles. Este ano recebemos a Unicef e pudemos trocar experiências. A instituição que já trabalha com a causa há anos, pode conhecer um pouco da tecnologia social implantada em Salvador e viabilizar futuras parcerias”, afirma.

Ana Paula acompanhou de perto as ações desenvolvidas nas estruturas do Garcia e Ondina, confirmando que todo o planejamento foi executado com excelência pelas equipes da SMS e SPMJ. O que foi atestado com a visita de uma equipe da Unicef , que avaliou positivamente as condições locais, os serviços ofertados e à assistência aos pequenos no geral.

Nos CAACs, são ofertados serviços como avaliação médica do quadro clínico; acompanhamento antropométrico (peso e altura); prescrição e dispensação de medicamentos; além de identificação e encaminhamento para serviços especializados e de urgência, quando necessário.

Cuidado bucal – As equipes de saúde bucal também fazem parte do plantel de profissionais que atuam nos CAACs, que realizaram cerca de 665 procedimentos odontológicos em 317 crianças, desde a última sexta-feira. Além de receberem orientações e kits de higiene para manutenção, eles têm acesso à aplicação de flúor, selante, remoção de placa bacteriana e restauração.


  • Compartilhe: