SALVADOR: 300 atendimentos na primeira semana de funcionamento do gripário

Publicado em: 23/8/2020

Iniciativa desafoga o fluxo de pacientes na Unidade de Pronto Atendimento

A primeira semana de funcionamento do gripário – unidade dedicada ao atendimento às síndromes gripais – implantado pela Prefeitura de Salvador na área anexa ao Pronto-Atendimento Maria Conceição Imbassahy, no bairro do Pau Miúdo, já beneficiou cerca de 300 pacientes.

A resolutividade do serviço sob gestão da FABAMED, em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde, auxilia a desafogar os leitos e o fluxo de pacientes na UPA. Entre a segunda (17) e sexta-feira (21), 13 pessoas foram internadas e já conseguiram transferência ou regulação para hospitais referência com o tratamento adequado.

Apesar de não ser um ponto referência de testes para detecção da Covid-19, no equipamento foram identificados nessa primeira semana, 20 pacientes positivados para o novo coronavírus através das testagens rápida e laboratorial, além do descarte de 54 casos para o vírus.

Sem filas de espera, o local preserva o acolhimento dos pacientes desde a chegada, com a instalação de um toldo para que aguardem o chamado médico, sem se expor a condições climáticas na estrutura externa do equipamento, além de evitar aglomerações na recepção.

De acordo com o superintendente da Fabamed, José Rodrigues Saturnino, essas unidades destinadas exclusivamente para casos de doenças respiratórias, como a Covid-19 e o H1N1, tem o fluxo de atendimento semelhante a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), baseado no protocolo de classificação de risco, ou seja, os pacientes com estado clínico mais agravado têm prioridade no acolhimento.

“Todos os esforços são implantados desde a estrutura como a equipe técnica para agilizar os atendimentos, mas é importante salientar que as pessoas assintomáticas não devem se expor ao vírus para procurar uma unidade de saúde sem necessidade aparente, apenas para fazer o teste, por exemplo, isso gera um tempo maior de espera aos pacientes que aguardam atendimento. Por esse motivo, pedimos aos cidadãos que só busquem as unidades caso tenham algum sintoma respiratório”, destacou o superintendente.

Os seis gripários funcionam de maneira ininterrupta, durante os sete dias da semana, em regime 24 horas.

Fonte: Golden Assessoria


  • Compartilhe: