SALVADOR

Instituições de ensino de Salvador deverão adaptar assentos para pessoas obesas

Publicado em: 07/6/2022

Projeto para instituir medida está em tramitação na Câmara Municipal de Salvador

Para garantir comodidade e segurança à população obesa, instituições de ensino pública ou privada de Salvador deverão adaptar assentos para este público como prevê o projeto de Lei Nº 70/2022, de autoria do vereador Joceval Rodrigues (Cidadania), que está em tramitação na Câmara Municipal.

A instalação obrigatória vai permitir que a população com esse tipo de doença crônica possa exercer seu direito à cidadania, desfrutando de melhores condições de permanência nos estabelecimentos escolares. “É importante estarmos vigilantes para que todos os corpos, pessoas e realidades sejam aceitas. Não é mais aceitável a discriminação ou preconceito em qualquer área da vida, as políticas públicas devem sair do papel e facilitar, efetivamente, a vida das pessoas”, explica Rodrigues.

O projeto determina ainda que a confecção das cadeiras respeite as medidas definidas pelo Índice de Massa Corporal (IMC), padrão estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMC). Caso seja aprovado, o texto seguirá para sanção do prefeito Bruno Reis (União) e, a partir da publicação, a lei terá até 50 dias para ser cumprida. O descumprimento da regra acarretará em multa de R$ 5.000,00; cujo valor arrecadado será destinado para aquisição de cadeiras especiais para entidades educacionais filantrópicas.

 

 

por Golden Assessoria


  • Compartilhe: