Saúde de Salvador lança alerta sobre os perigos do uso de serpentinas no Carnaval

Publicado em: 11/2/2024

O Carnaval é uma festa de muitas cores, enfeites e adereços, porém o folião necessita saber quais usar sem riscos a sua integridade física. Por isso, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Salvador alerta para o perigo do uso das serpentinas e confetes que, comumente contêm metal em sua composição e podem causar curto-circuito quando em contato com a rede elétrica.

Neste sábado (10), parte do circuito Barra-ondina ficou sem energia e ambas as ocorrências foram geradas devido ao lançamento de serpentinas na fiação elétrica. A vice-prefeita e secretária de Saúde de Salvador, Ana Paula Matos, instrui que o item não deve ser utilizado no carnaval e chama a atenção da população para o perigo individual e coletivo.

“Este é um assunto que estamos discutindo com muita preocupação. Além do risco de ficar sem luz, há um perigo bem maior com a vida de quem necessita do atendimento nos módulos de saúde. Paciente grave, com respirador ou com algum procedimento, pode ser diretamente afetado, mesmo com nossos geradores, é um risco que não podemos correr”, orienta a gestora da SMS.

O item, em contato com a rede elétrica pode ser fatal quando mantido segurado por um indivíduo. Para garantir a prevenção de novas ocorrências, a pasta enviou instruções em Comunicado à Saltur para que todos os trios informem durante as festividades, do risco à vida gerado pelo uso das serpentinas.

“A gente precisa alertar aos artistas que, por muitas vezes, não tem esta orientação técnica de que o item, mesmo sendo bonito, colorido, com iluminação e parecer inofensivo, pode causar riscos à vida. Nosso pedido técnico é este: não use – em hipótese alguma – nem em camarotes, trios, prédios, a serpentina metálica, pois pode causar riscos a vida de todos”, completa a gestora.


  • Compartilhe: