Cine Trans Territorial lança filmes produzidos na 2º edição do projeto nesta quarta-feira (15)

Publicado em: 14/11/2023

Os dez filmes produzidos na 2º edição do Cine Trans Territorial, projeto itinerante de Cinema Independente, desenvolvido por pessoas LGBTQIAPN+, serão lançados nesta quarta-feira (15), através da plataforma: https://www.cinetransterritorial.com/.

Repletos de linguagens diversas, as obras em formatos de curta-metragem de ficção, documentário, vídeo- poesia, videoclipes, dentre outros, foram produzidas de forma itinerante, por pessoas LGBTQIAPN+ residentes nas cidades de Seabra, no Centro Baiano, Formosa do Rio Preto, no Oeste; Curaçá, no Norte; Jandaíra, no Leste, e Mucuri, no Extremo Sul Baiano, municípios contemplados com a iniciativa. No total, cerca de 4 mil quilômetros foram percorridos por toda a Bahia.

“’Esse é um projeto de enorme relevância para comunidade LGBTQIAPN+ residentes em cidades do interior da Bahia, por meio do qual ofertamos qualificação profissional através das oficinas, ou seja, levamos e produzimos cinema nesses locais. As obras lançadas foram sensivelmente construídas, e chegamos agora ao fim do projeto cientes de que cumprimos com esses propósitos, além de estimularmos a produção audiovisual por essa população”, avalia Letícia Ribeiro – co-idealizadora e coordenadora geral.

O Cine Trans Territorial é um projeto itinerante de Cinema Independente, focado na formação em Cinema e Audiovisual de pessoas LGBTTQIA. A iniciativa integra atividades de formação, produção e exibição de narrativas audiovisuais realizadas junto às comunidades LGBTQIA PN+ dos diversos territórios geográficos e de identidade da Bahia, descentralizando o direito fundamental de acesso à cultura, suas múltiplas identidades, vozes, e sujeitos, através de ações de formação em Cinema e Audiovisual. A produção é da “Mulher de Bigode Filmes”, com o apoio financeiro do Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura do Estado – Secult-BA, Fundo de Cultura e Secretaria da Fazenda.


Confiram as sinopses e os stills de cada filme:

ROSINHA DO BECO 3’28
Uma homenagem à Rosinha do Beco, a travesti mais antiga da Chapada, como ela mesmo se intitulava;

NAQUELE MOMENTO QUE VOCÊ CHEGOU 3’32

O amor é o motor desse video-poema. Estamos cansades de não ver nosso amor nas telas;

LINDONA 4’37
Amiga percebe que Ana gosta de Amanda e monta um encontro para elas;

KALIFHA 4’20
César é blogueiro de sua cidade e sonha com a Victoria Street;

DON 4’17

Um jovem e o seu dom de escrever;

SOBRE VIVENTES 5’08
Não-mono ou mono? Eis a questão;

QUEM CONTA UM CONTO, AUMENTA UM PONTO 2’56
Babado na escola. Todo mundo gosta de uma fofoca;

HISTÓRIA DE PESCADOR 3’51

O mar, o mangue e o Taperoá;

AYARLA, A SENSACIONAL 3’06
Ayarla Campos chega nas famosas dunas de Tieta em Mangue Seco. Videoclipe da música Sensacional;

NAYARA 4’07

Nayara Francielly retorna ao povoado de sua mãe para construir sua própria família.


  • Compartilhe: