Jurailton Santos pede celeridade na execução da Indicação que exige a obrigatoriedade de enfermeiros nos ferry-boats

Publicado em: 29/6/2022

“Um problema antigo que confirma a total falta de infraestrutura e o despreparo do sistema ferry-boat. Até quando vamos presenciar pessoas perdendo suas vidas por não receberem assistência médica imediata durante as travessias?”, questiona com indignação o deputado estadual Jurailton Santos (Republicanos), ao relatar mais um episódio ocorrido na tarde da última segunda-feira (27), onde um homem morreu após se sentir mal dentro do sistema hidroviário durante a travessia da Ilha de Itaparica para Salvador.

Jurailton, é o autor da Indicação 23.154/2019, já aprovada por maioria pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Bahia, que determina a obrigatoriedade da presença de profissionais da saúde habilitados em atendimento emergencial no sistema hidroviário, bem como a implementação de uma sala de pronto atendimento com equipamentos de primeiros socorros, incluindo os desfibriladores.

Ainda de acordo com o parlamentar, a falta de celeridade na execução da Indicação tende a permitir que aconteçam outros episódios tristes, gerando insegurança aos usuários durante a travessia.

“É um projeto de grande importância para a população, e deve ser executado com urgência. Conto com a sensibilidade do governador Rui Costa, e também da própria empresa responsável pelas travessias, para que se dê a imediata implementação da proposta. É inadmissível que mortes continuem ocorrendo por conta do descaso. Hoje foi esse senhor, amanhã pode ser qualquer um de nós. Os usuários merecem respeito”, conclui Jurailton.

 

 

por Assessoria Parlamentar


  • Compartilhe: