Sem categoria

UPA San Martin é reconhecida como a mais eficiente no atendimento em casos de infarto

Publicado em: 11/12/2023

Equipe de enfermagem e médica da unidade é reconhecida com certificação Ouro pela execução do Protocolo IAM

Tempo. É o fator determinante nos casos de IAM – Infarto Agudo do Miocárdio. Quando os sinais clínicos são detectados em tempo hábil, vidas podem ser salvas. E a UPA – Unidade de Pronto Atendimento San Martin, sob gestão do ISAC – Instituto Saúde e Cidadania, foi considerada como a mais eficiente de Salvador (BA) no período de janeiro a junho de 2023.

Eficiência reconhecida durante o 2° Fórum da Linha de Cuidado do IAM, realizado no dia 7 de dezembro, no auditório do Campus Lapa da Faculdade Unifacs, no bairro de Nazaré. Na ocasião, a SMS – Secretaria Municipal de Saúde de Salvador premiou a UPA San Martin com a certificação Ouro pelo compromisso e desempenho no atendimento aos pacientes graves de IAM na rede pública de saúde.

A certificação comprova a qualidade no atendimento prestado à população soteropolitana, segundo afirma Vanessa Costa Ribeiro, coordenadora assistencial da UPA San Martin.

“O Protocolo IAM, desenvolvido pela SMS, é modelado no Projeto Sprint, que é internacional, e Salvador foi pioneiro na implementação deste protocolo”, destaca Vanessa Costa Ribeiro. “A repercussão dessa premiação entre as equipes foi excelente, pois viram o seu trabalho sendo reconhecido e, principalmente, o impacto que causam na rede pública de saúde e na vida dos pacientes”, pontua.

O fórum é organizado pela SMS, por meio da equipe do Protocolo IAM, e é realizado semestralmente com a participação de todas as UPAs da capital baiana. Os representantes compartilham experiências sobre os casos registrados nos últimos seis meses e as três unidades com maior destaque recebem a certificação. Nesta edição, Vanessa Costa Ribeiro e Dr. Djairo Costa, coordenador médico da UPA San Martin, representaram a unidade.

Cada minuto conta

Para receber a certificação é necessário atender alguns critérios estabelecidos pelo Protocolo IAM, envolvendo as equipes de enfermagem e médica, segundo explica Vanessa Costa Ribeiro.

“O primeiro contato é com a enfermagem, durante a triagem. Além do levantamento de informações, um exame de eletrocardiograma deve ser feito em até 10 minutos, onde se avaliam os sinais clínicos do paciente e um possível infarto – e nós sempre ficamos abaixo dos 10 minutos, cumprindo todo o protocolo”, enfatiza Vanessa Costa Ribeiro. “Em seguida é a vez da equipe médica, onde os cardiologistas de plantão devem ser acionados e o paciente acolhido em tempo inferior a 30 minutos – e nós também conseguimos fazer em menos tempo que isso”, conclui.

O Protocolo IAM foi implementado em julho de 2009 pelo SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e revolucionou o atendimento pré-hospitalar dos pacientes vítimas de infarto, em Salvador. Com a rápida identificação dos casos suspeitos de IAM, a desobstrução das artérias que irrigam o coração é realizada antes do agravamento, salvando diversas vidas.

“Salvador é pioneiro e as outras capitais e estados, inclusive, perguntam como conseguimos ser tão bem organizados”, acrescenta Vanessa Costa Ribeiro. “É claro que existem pontos que podemos melhorar, mas nosso protocolo é muito bem instituído com relação aos acordos entre UPAs, SAMU e prefeitura. Tudo é muito bem alinhado e sem brechas”, finaliza.

O que é infarto?

O infarto agudo do miocárdio é a morte das células do músculo do coração provocada pela formação de coágulos que interrompem o fluxo sanguíneo de forma súbita e intensa, o que impossibilita a chegada de nutrientes e oxigênio.

É a maior causa de mortes no Brasil, com registros de 300 mil a 400 mil casos anuais, e crescimento de 150% no total de internações em hospitais públicos e privados, entre os anos de 2008 e 2022, segundo dados do INC – Instituto Nacional de Cardiologia.

É ocasionado, principalmente, pelo acúmulo de placas de gordura no interior das artérias coronárias (aterosclerose), mas pode ser provocado também por outros fatores de risco, como obesidade, tabagismo, diabetes, colesterol alto, hipertensão, estresse, depressão e ansiedade.

São considerados sintomas de alerta de infarto iminente a dor ou desconforto intenso e prolongado na região do peito, podendo irradiar para as costas, rosto e braço esquerdo, com sensação de desmaio, falta de ar, suor frio e palidez.

Exige cuidados médicos imediatos, se possível, dentro de uma janela inferior a 90 minutos. Seu tratamento é, geralmente, cirúrgico e/ou medicamentoso. E para evitar o infarto, a recomendação é a prática de atividades físicas regularmente, dieta balanceada e evitar o consumo de álcool e quaisquer tipos de tabagismo.

Sobre a UPA San Martin

A UPA San Martin é custeada pela Prefeitura de Salvador (BA) e está sob gestão compartilhada do ISAC. Possui 25 leitos e tem capacidade para atender até 550 pacientes por dia, em regime de 24 horas, com serviços de urgência e emergência em Clínica Médica, Ortopedia, Pediatria e Odontologia. Possui salas de inaloterapia, administração de medicamentos, raio X, ecocardiograma, ultrassonografia, farmácia satélite, laboratório e almoxarifado, além de uma base do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência para otimizar o socorro à vida no bairro e imediações.

Sobre o ISAC

O Instituto Saúde e Cidadania é uma organização social sem fins lucrativos com sede em Brasília (DF) e que gerencia unidades de pronto atendimento (UPAs), ambulatórios, multicentros de saúde, espaço saúde e hospitais. É a primeira OS do Norte e Nordeste – e a segunda da América Latina – a ser acreditada internacionalmente em Rede de Atenção à Saúde com o selo Acreditado Diamante da Qmentum Internacional.


  • Compartilhe: